Diversos processos do organismo necessitam de sal, ou sódio, visto que ele é um mineral essencial.

Ora, ele ajuda no equilíbrio do açúcar, promove o melhor desempenho das células e ainda contribui para o intestino.

Entretanto, o consumo em excesso de sal pode acarretar em vários desequilíbrios, trazendo várias consequências, incluindo o ganho de gordura.

Sal engorda? Verdade!

Muito sal quer dizer a retenção de água. Ora, a água é responsável por absorver o sódio em excesso, despachando do organismo.

Contudo, o consumo elevado e constante do sal faz com que esse despacho não aconteça da maneira que deve acontecer.

Logo, isso acaba contribuindo para o acúmulo de líquidos, não o ganho de gordura.

Só para se ter uma ideia, é possível aumentar até 1,5 kg do peso da água extra em razão do consumo em excesso do sal.

Além disso, existe uma série de malefícios no consumo excessivo de sódio, como problemas de pressão arterial.

Dessa maneira, o resultado é a hipertensão, que estressa o sistema cardiovascular do organismo.

Sem contar que sal em excesso ainda prejudica a função dos rins e do sistema digestivo, contribuindo ainda mais para o aumento do peso.

Qual quantidade correta?

A ingestão máxima por dia indicada para uma pessoa adulta é de 2.200 mg, o que representa mais ou menos uma colher de chá.

Entretanto, aqueles que precisam fazer o controle do sal, deve consumir uma quantidade inferior a isso.

Diante disso, o ideal é consultar um médico para que ele faça a recomendação adequada segundo as suas necessidades.

Em todo caso, reduzir o sal exige que você faça alterações na sua dieta e no seu estilo de vida.

Conclusão

O sal engorda e deve ser ingerido de maneira adequada para que você não sofra com o ganho de peso e até mesmo com problemas de saúde.